sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Porque Assim Me Diz A Bíblia / For The Bible Tells Me So (2007)


(EUA, 2007, 99 min. - Direção: Daniel G. Karslake)
O docverdade não defende nenhuma linha cristã (ou qualquer outra religião), mas, mesmo assim, decidimos colocar esse documentário por tratar de forma humana e sensível um tema que ainda parece ser tabu para os cristãos: a homossexualidade.
O Documentário mostra famílias cristãs que tiveram que confrontar suas crenças com a sexualidade de seu ente querido, mostrando que o tema não deveria ser um bicho de sete cabeças e que muito sofrimento poderia ter sido evitado.

Megaupload (vídeo com legendas fixas)

Agradecimentos a Taise Miguel e Luiz Carlos Miranda pela sugestão e links.

18 comentários:

Anônimo disse...

Importante este documentário, especialmente no momento histórico pelo qual o Brasil passa. Em nome de um desconhecido "Senhor", as Igrejas estão se imiscuindo ao poder público e comprometendo a natimorta laicidade do Estado brasileiro.

Quanto aos homossexuais, os crentes e católicos insistem em dizer que é antinatural e contrária a Deus, mas quando pergunto quem criou os animais, eles dizem que foi Deus. Daí mostro as mais de 500 (eu disse quinhentas) espécies animais que apresentam comportamento homossexual, fica difícil para eles seguir sustentando essa opinião, então simplesmente fecham os olhos, os ouvidos e falam alto, igual criança quando confrontada com uma realidade que não quer aceitar.

Porque se vc parar pra pensar, é um falha do tamanho de um iceberg nessa teoria de que "Deus criou homem e mulher e abomina homossexualidade" o fato de existirem animais plenamente homossexuais, alguns deles formando pares para a vida toda e até criando filhotes.. é só pesquisar. Apesar de (ou justamente por causa) esse buraco na teoria do "não é natural" ser gigantesco, seguem dizendo que Deus não gosta. Eu me pergunto, onde está a procuração que Deus deixou com eles , se tem firma reconhecida e onde fica o cartório.

Se queremos estimar a opinião de Deus, o "proxy" mais seguro para isso é a sua própria obra, qual seja, a criação, onde a homossexualidade existe e sempre existiu: antes , durante e depois do nascimento de Cristo, e não só entre humanos, mas também entre os bichinhos. E durma-se com um barulho desses.

Amém, irmão?

Anônimo disse...

o movimento gay é um movimento de manobra de desestruturação da família para a nova ordem mundial. pesquise. combater homofobia é uma coisa, estimular, proteger e dar credito maiores que a outros é outra coisa.

Anônimo disse...

como um homossexual pode se declarar cristão se a bíblia deixa bem claro esse assunto? a homossexualidade sempre existiu na historia, sim, mas nunca oficializada. se isso acontecer mudara toda estrutura da sociedade.

Anônimo disse...

Só que o anônimo coitado não viu o filme, senão não estaria falando tremenda bobagem... por isso do filme.
Amanda

Eduardo disse...

o Documentário é muito bom e aborda de forma muito sensível e esclarecedora o tema. O fundamentalismo cristão cega as pessoas e propaga uma mensagem preconceituosa que em nada contribui para a sociedade. É normal ser diferente. Sou Hetero e Cristão, e acho inadimissível o julgamento sumário ao qual os Homossexuais são submetidos. DOCVERDADE acertou em cheio com o documentário, vou indicar com certeza.

Anônimo disse...

Essa queixa dos evangélicos de que aprovar lei contra homofobia significa "dar créditos maiores que a outros" é de doer.

Desde quando PRECISAR de uma lei que te proteja especificamente para minimizar o seu risco de ser espancado na rua (ou demitido, ou sofrer com piadas a vida inteira) simplemsente por ser quem é configura privilégio?

Cinicamente partem do pressuposto que a o meio social é neutro e que rejeição a determinados grupos específicos não existem.. se de fato vivêssemos nesse mundo ideal, então DE FATO uma lei anti-homofobia seria um gigantesco privilegio, seria criar cidadãos de primeira e segunda classe e seria inconstitucional.. seria.. IA, né?

O meio social é neutro? Homossexuais não nascem e morrem ouvindo piadas sobre si todos os dias, na escola , no trabalho, dentro de casa, na rua? não são espancados? não, né, é tudo imaginação? arrã.. é cinismo elevado ao quadrado quem chama isso de privilégio. Chamaria de diabólica essa atitude, é própria de quem tem ódio no coração.

Os negros tiveram a lei do racismo para os proteger. Quando se iniciaram os debates desta lei, os segmentos conservadores da sociedade usavam o MESMO ARGUMENTO !!!!! diziam que se tratava de um "império negro", de que seriam "intocáveis", que era uma "ditatura", "inconstitucional" e um verdadeiro privilégio..

Realmente, ser negro no BRasil é privilégio, né?

Então, eu vou morrer e não vi tudo nessa vida. A capacidade do ser humano de ser CÍNICO é grande.

Balaio da Net disse...

Interessei muito pelo seu site . Visite o meu , vamos manter contato ? Podemos fazer parceria o que acha ? Entre lá e veja se compensa - www.balaiodanet.com

Anônimo disse...

... É um erro freqüente para as pessoas contrastar comportamento humano e animal, como se os dois fossem homogêneos. …. As leis governando o comportamento humano são de uma natureza diferente e elas deveriam ser procuradas onde Deus as inscreveu, em outras palavras, na natureza humana.19

O fato que o homem tenha um corpo e uma vida sensitiva em comum com animais não significa que ele seja estritamente um animal. Nem significa que ele seja metade animal. Um homem racionalmente impregna a totalidade de sua natureza de forma que suas sensações, instintos e impulsos não sejam puramente animais, mas tenham aquele selo de racionalidade que os caracteriza como humano.

Assim, o homem é caracterizado não pelo que ele tem em comum com os animais, mas pelo que o diferencia deles. Essa diferenciação é fundamental, não acidental. O homem é um animal racional. A racionalidade do homem é o que faz a natureza humana única e fundamentalmente distinta da natureza animal. ....

http://cavaleirodotemplo.blogspot.com/2012/01/o-mito-da-homossexualidade-animal.html

NicolaDaemon disse...

ja vi esse blog excluir documentarios do Alex Jones, por acharem tendenciosos, mas agora postam esse?
.
e o cristão em si, não odeia e nem prega a morte contra os homossexuais, afinal, o Deus cristão ensina até a amar seus inimigos, o que temos é reprovação de conduta, da mesma forma que um bom pai reprova quando seu filho se enverada para o uso de drogas, para o crime e para o homossexualismo, justamente por amarem seus filhos, que eles reprovam tais atitudes, assim tambem, todo ser humano deve ter assegurado o direito de reprovar o homossexualismo, se ele considerar de acordo com suas crenças, que homossexualismo seja um mal.
essa palavra "homofobia" esta sendo usada gratuitamente e maliosamente, para condenar todo aquele que não concorda com a conduta gay.

Anônimo disse...

O autor do post deveria trocar o termo "homossexualismo" por "homossexualidade".

O primeiro termo, com final "ismo", se refere à doença, patologia, anormalidade.

Já é bem antigo o entendimento de que a homossexualidade é apenas uma prática humana de produção do desejo e prazer. Claro, não é hegemônico.

Só acho que a mudança se alinha melhor com o objetivo do documentário.

Parabéns pelo blog!

Anônimo disse...

Adorei o comentário do anônimo das 10:06 do dia 6 de janeiro de 2012.

Então quer dizer que tudo que só porque os animais fazem alguma coisa isto não é justificativa suficiente para as pessoas o fazerem, e que os humanos se distinguem dos animais pela sua racionalidade?

PArabÉNS ! Qualquer criança na quarta série do ensino fundamental é capaz de chegar a esta conclusão.

Acontece, porém, que em nenhum momento foi argumentado o contrário.

O exemplo da homossexualidade entre os animais, que é presente em mais de 500 espécies (todas elas "mitológicas", segundo teu link), serve para refutar o argumento mais comum dos fundamentalistas religiosos, qual seja, a de que a homossexualidade não seria natural. O que existe na natureza é o quê? artificial? pois...

Eu pesquiso esse tema há uma década e já passei por diversos debates do gênero. Constatei que em 100% das vezes, quando você desconstrói o argumento dos bullies do Senhor, perguntando como ele sabe que Deus não gosta , quando você aperta, a única coisa que sobra, é este construto (ver sifgnificado sociológico de construto): o de que a homossexualidade não é correta porque não é natural. Esta idéia é a espinha dorsal, é a pedra angular da homofobia e intolerância (visível e invisível) que leva milhares de homens, mulheres e adolescentes a viver vidas miseráveis, à margem da sociedade e às não raro ao suicídio.

Pois será que ninguém pensou em perguntar à natureza o que ela acha desta noção? Eis o que ela acha:

http://news.bbc.co.uk/2/hi/6066606.stm -> um museu inteiro dedicado a exemplos de animais homossexuais... todos eles são "mitos". Se você os cortar, sai sangue. Eles são concretos. Eles tem vida. Mas ainda assim não passam de "mitos", pois sua mera existência faz desmoronar o argumento fundamentalista (fundamentalista porque bíblico) de que homossexualidade não é natural. É necessário que, a despeito de existirem, continuem sendo eternamente mitos. Por isso gostei muito do seu link "O mito da homossexualidade no mundo animal". Obrigado por ele.

Enquanto isso, pessoas que nasceram diferentes continuam tendo suas chances de viver uma vida digna, harmônica e de se auto-realizarem grandemente reduzidas por ação de uma coletividade e de líderes que se baseiam no livro. Esse livro diz que homossexualidade é abominação. Mas o mesmo livro, virando ali a página, diz que comer camarão também é abominação. E os fundamentalistas, que acham que estam a serviço do bem, mas sem saber servem aos Arcontes, fazem a sua leitura SELETIVA deste livro. Contra os camarões, nunca vi campanha, nunca vi camarãofobia, nunca testemunhei um cristão rejeitá-los. Mas aos seus semelhantes, seus irmãos, que tal como eles mesmos foram criados por Deus assim como são, rejeitam, e usam o livro como desculpa para tanto. É muito amor cristão!

E que fique claro de uma vez por todas: essa tática baixa de classificar a sexualidade alheia de "conduta" e "comportamento" não cola. Conduta é o que você faz. Sua sexualidade é o que você É. Sexualidade é expressão da alma de cada indivíduo, está ligada aos instintos (que são INvoluntários por definição), é SER, não é fazer.

Conduta é pagar dízimo. Comportamento é jogar vôlei de praia. Sexualidade é a identidade de cada um.

Um ou uma homossexual que não concretiza sua homossexualidade, mas vive vida de fachada para agradar a sua comunidade continua sendo um(a) homossexual. Porque sexualidade não é prática, nem conduta.

O melhor de tudo é que a vida (ou Deus, como queira) tem senso de humor e este às vezes é negro. São os filhos destas pessoas que atiram as pedras que estão nascendo cada vez mais homossexuais. É a maneira de Deus de dar sua opinião. Deus é um criador por excelência e a maneira de um criador se expressar é através de sua obra. E qual a maior obra de Deus? a criação, evidentemente. Criação esta onde encontramos seres heterossexuais, bem como os homossexuais. Então, qual seria a opinião de Deus sobre o tema?

2+2 = 4

Anônimo disse...

Aqui a opinião de Deus sobre o assunto:

http://news.bbc.co.uk/2/hi/6066606.stm

Anônimo disse...

Existe um documentário canadense chamado atração sexual genética. Acho que seria interessante postá-lo, caso o DOCVERDADE deseje continuar tocando nesse assunto.

Bruno disse...

Primeiramente quero parabenizar o DOCVERDADE que para mim foi um achado sem igual na internet!

E gostaria de pedir, se possível, que disponibilizassem outro link para o download deste documentário já que, infelizmente, o megaupload já era.

Desde de já, muito obrigado.

Marcelo disse...

O movimento gay não é um desestruturador de família. pense bem: o gay sempre existiu e sempre existirá, pois, já se sabe, não é uma "opção", e nunca destruiu a instituição "família" (que diga-se de passagem, está se destruindo mais por conta da individualização da sociedade que por outra conta).

Partindo do princípio que sabe deus (pros que nele crêem) tudo e a tudo governa, obviamente ele sabe quem será gay ou não e, em última análise, permite que eles existam [nem venham dizer de livre arbítrio porque ou deus sabe tudo ou existe livre arbítrio, não dá pra ter os dois ao mesmo tempo].

Nenhum gay quer casar na igreja, aliás, não posso dizer isso embasado em estatísticas, mas acho que talvez uma minoria ligue pra isso. Gay quer é ter direitos garantidos pelo Estado, como partilha de bens, ser considerado cônjuge, porque se der algum problema - vide filme "Direito de Amar" - os gays não podem nem visitar os seus parceiros e, em caso de morte, nem velar o seu parceiro porque, para o Estado, tal relação não existe. Acho isso um absurdo. Imagina viver com alguém durante 15 anos e alguém dizer pra você que a relação nunca existiu? Por que as pessoas não têm senso de humanidade pra pensar nessa simples questão ao invés de ficar se preocupando com instituições que já têm seu reconhecimento perante o Estado?

A bíblia não deixa nada claro. A bíblia que lemos é uma TRADUÇÃO e, para os que não sabem, foi montada a partir de uns textos escolhidos de um povo nômade que viveu no período de expansão do império romano. Enfim, se traduzir um texto de um povo pra outro já é um inferno hoje, que diremos, por exemplo, de um texto de um povo que viveu outro tipo de costumes e em outra época?

Concordo com o que foi dito por alguma postagem anônima: tudo o que há na natureza é natural. Na realidade, a palavra "anormal" é utilizada pra representar o que foge à média ou tendência, não significando estritamente anormalidade. Por exemplo, um homem de 2.05m poderia ser considerado anormal, já que foge aos padrões da altura média (1.70m) no entanto, isso não é visto como socialmente denegrível. O mesmo acontece com o comportamento sexual...de qualquer forma, eu duvido muito das pesquisas sobre sexualidade, porque acho que as pessoas mentem...

Anônimo disse...

O livro que condenado homossexualidade também ensina apedrejar até a morte, decepar partes do corpo e sacrificar animais espalhando o sangue no altar porque isto "agrada ao Senhor".

E ainda há quem tenha as manhas de cita-lo pra defender que a sociedade deve ser assim ou assado "porque está escrito", mas considerando so os trechos que convém e fazendo vista grossa às porções macabras da Bíblia - que são muitas

Cristiano Guimarães disse...

O link que vocês disponibilizam ainda é do falecido megauploud será possível concertá-lo? Obrigado
Cristiano.

Bruna disse...

Deixando um link válido - bitshare.com/files/1weu08ga/ForTheBibleTellsMeSo.avi.html